Alessandra Pires nasceu em São Paulo e formou-se em arquitetura, em 1996, pela Universidade Mackenzie, fazendo parte de uma geração de professores e alunos intensamente interessados nas questões sociais e urbanas da arquitetura contemporânea. Em 2006, adquiriu o título de mestre pela mesma Instituição, com uma tese sobre A Circulação na Arquitetura, nesta tese recebeu nota máxima com louvor. 
Enquanto estudante de arquitetura lecionou Educação Artística em uma escola estadual e trabalhou no Diretório Acadêmico da Universidade, onde organizou diferentes cursos extra-acadêmicos, promoveu viagens culturais para o Brasil e América Latina e contatou arquitetos consagrados para visitarem a faculdade e apresentarem aos alunos suas experiências na atuação profissional. Ainda nesta fase de estudante, estagiou nos escritórios de Nadir Cury Mezzerani , Nelson Dupre e Pedro Taddei.
No seu último ano de faculdade, desenvolveu a tese de graduação em Projeto Urbano, em Embu das Artes com título Fundação de Arte e Cultura Solano Trindade. A tese resultou no convite da Secretaria de Planejamento urbano de Embu para trabalhar no escritório de arquitetura e urbanismo Pedro Taddei Associados no projeto de Despoluição da Bacia do Guarapiranga, no programa de recuperação de áreas de encosta, programa do Governo do Estado de São Paulo.

Desenvolveu projetos para habitação popular, sendo algumas residências selecionadas para a 4ª Bienal de Arquitetura e Design de São Paulo, e também na área institucional, com o projeto Clube da Turma, construído em bairro carente da cidade de São Paulo e ganhador de diversos prêmios. Essas experiências foram fundamentais para sua concepção de espaços de qualidade mesmo sem grandes recursos financeiros. 

Em 1997 fundou o escritório A1 arquitetura comandando desde então uma equipe de profissionais envolvidos em atender as expectativas e sonhos dos clientes que vêm até o escritório como uma questão financeira e conceitual a ser resolvida.  A busca é constante e intermitente por uma arquitetura comprometida com a época em vivemos, com o lugar em que se situa e com a(s) pessoa(s) para a qual se destina.

“A finalidade primeira de uma construção obedece ao seu uso, e a ela adicionamos a possibilidade de conviver, de compartilhar e de satisfazer os ocupantes daquele lugar” acredita a arquiteta que tem a integração visual e física como premissa de seus projetos, priorizando a fluidez dos espaços. 

O interesse em pesquisa a levou a ingressar na pós-graduação da Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo, no regime de aluna especial, por um ano; e mais tarde, no mestrado em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie, graduando-se com nota máxima com louvor.

A questão acadêmica trouxe para dentro do escritório A1 Arquitetura um interessante trabalho voltado à metodologia e procedimentos de desenvolvimento de projeto. Essa busca pelo procedimento leva à otimização de tempo e de custos para o cliente, além de procurar controlar processos que poderiam causar desgastes futuros, diz Alessandra.

Possui diferentes obras publicadas em diversas mídias e é conhecida por um trabalho dedicado, rigoroso e atento. Acompanha diariamente, dentro do escritório, todas as fases de desenvolvimento do projeto e sente-se realizada porque, após o termino do projeto, cada cliente, seja residencial ou comercial, tornar-se um amigo apaixonado por arquitetura. 
O A1 sente-se empenhado e envolvido em apresentar a arquitetura em todas as suas possibilidades espaciais e culturais, diz Alessandra.
Formação acadêmica:

Graduação:
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie
1991 - 1996 

Mestrado:
Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Presbiteriana Mackenzie
2004 – 2006


       Atividade profissional:

2006. Conclui o mestrado com a tese A circulação na Arquitetura orientada pelo professor Dr. Rafael Perrone, obtendo nota máxima com louvor. 
2005. Participa na Exposição III Seminário DOCOMOMO São Paulo com o trabalho Arquitetura Moderna Paulista e a Circulação na obra de Vilanova Artigas: o caso da Residência Taques Bittencourt. 
2004. Ingressa no curso de Mestrado em Arquitetura e Urbanismo da Universidade Mackenzie
2003. 1º lugar de melhor Projeto Institucional Construído -  Projeto Criança Esperança, Jardim Ângela - na 5a Bienal Internacional de Arquitetura e Design de São Paulo.
2003. Participa na Exposição Geral de Arquitetos da 5a Bienal Internacional de Arquitetura, realizada entre 14 de setembro de 2003 e 02 de novembro de 2003, como autora do projeto Espaço Criança Esperança em parceria com Stefânia Dimitrov e Danielle Klintowitz.
2000. 3º lugar no Concurso Nacional de Readequação da Paisagem de parte do Município de Ilha Bela.

2000. 1º lugar no Concurso organizado pelo Instituto Sou da Paz e patrocinado pela Fundação Roberto Marinho. 
2000. Participa na Exposição Geral de Arquitetos da 4a Bienal Internacional de Arquitetura, realizada entre 20 de novembro de 1999 e 25 de janeiro de 2000, como autora do projeto Duas Residências para População de Baixa Renda.
1999. Associa-se à construtora Colucci Projetos, no cargo de responsável técnica. Constrói 11 residências populares na periferia da cidade de São Paulo.
1998. Menção Honrosa no Concurso Nacional para nova sede da FAPESP – Fundação de Âmparo à pesquisa do Estado de São Paulo.
1997. Funda o escritório A1 Arquitetura.
1997. Cursa segundo semestre na pós graduação da Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo. Disciplina Programação Visual, com a Professora Dra Elide Monzeglio.
1997. Ingressa na pós-graduação da Faculdade de Arquitetura da Universidade de São Paulo, no regime de aluna especial, cursando a disciplina Arquitetura e Projetos Urbanos, ministrada pelos professores Drs Joaquim Guedes e Adilson Macedo.
1996. Funda o escritório Verne Arquitetos Associados em parceria com os arquitetos Maurício de Souza Lamosa e Giancarlo Manfredi.
1996. É convidada (através da Secretaria de Planejamento urbano de Embu) a trabalhar no escritório de arquitetura e urbanismo Pedro Taddei Associados no projeto de Despoluição da Bacia do Guarapiranga, no programa de recuperação de áreas de encosta, programa do Governo do Estado de São Paulo.
1996. Gradua-se na Universidade Mackenzie, fazendo parte de uma geração de professores e alunos intensamente interessados nas questões sociais e urbanas da arquitetura contemporânea. 
1996. Desenvolve tese de graduação em Projeto Urbano, em Embu das Artes com título Fundação de Arte e Cultura Solano Trindade.
1995. Estagia no escritório de arquitetura e urbanismo Nelson Dupre.
1994. Assume o cargo de vice-presidente do Diretório Acadêmico da Faculdade de Arquitetura Mackenzie – DAFAM.
1993. Leciona Educação Artística, para o 2o grau, no Colégio Estadual Madre Odete de Souza Carvalho, durante três semestres.
1993. Estagia no escritório de Arquitetura e Urbanismo Nadir Curi Mezerani.
1992. Estagia em escritório de arquitetura e paisagismo Gilberto Pascon.
1991. Ingressa na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo, da Universidade Mackenzie.
alessandrapires